Linda Morena



composição : Lamartine Barbo

Linda morena, morena
Morena que me faz penar
A lua cheia que tanto brilha
Não brilha tanto
Quanto o teu olhar

Teu coração é uma espécie de pensão
De pensão familiar à beira-mar
O moreninha não alugues tudo não
Deixa ao menos o porão pra eu morar

Por tua causa já se faz revolução
Vai haver transformação na cor da lua
Antigamente a mulata era rainha
Desta vez ó moreninha
A taça é tua

[ Volta | Tunel do Tempo | 1500 à 1800 | 1900 à 1963 | 1964 à 1979 ]
[ 1980 à 1989 | 1990 à 1995 | 1996 à 1998 | 1999 | 2000 ]