carnavalhistóriaabadasmicaretashome


timbalada


A Timbalada é uma banda de energia sem igual, ritmo pra frente e contagiante não deixa quem ouve parado, se a música for romântica não há quem não fique emocionado.



1991 à 1999    2000 à 2006    2006 à 2007     2007 à 2016    2016 à 2017    2017 à ...

TIMBALADA SEC.XXI   TRAJETÓRIA HISTÓRICA   DISCOGRAFIA COMPLETA



Tudo começou quando Carlinhos Brown criou, em 1991, uma série de encontros para selecionar novos talentos. Com olhos no futuro, Brown solidificou seu projeto e criou a Timbalada que, na época, contava com pouco mais de quatrocentos músicos, alunos de uma grande escola ao ar livre. A Timbalada é uma das grandes bandas do Brasil, na atualidade. Criou ritmo e energia própria, que tem no timbau a sua marca registrada. A sonoridade musical da origem no Candeal conquistou o Brasil, ultrapassou fronteiras e ganhou o mundo. Timbalada conseguiu criar um ritmo e energia próprios, que tem no timbal e na atuação social a sua marca registrada.

A banda Timbalada ganhou projeção nacional em 1993. "Quando Brown revolucionou a forma de tocar este instrumento – que antes era tocado na horizontal e com uma mão só e depois passou a ser colocado na vertical e tocado com as duas mãos – nasceu a base percussiva da Timbalada. A inovação do projeto,desenvolvido por Brown, fez com que os ensaios no Candyall Guetho Square se tornassem tradicionais na cidade, atraindo baianos e turistas. A seriedade da criação saída do bairro do Candeal ultrapassou fronteiras, conquistou o Brasil e ganhou o mundo", conforme release Oficial.


1991 - Criação da Timbalada
Como tudo começou - A história de amor e sucesso começou... a banda foi lançada por Carlinhos Brown com som seu som característico que vem do timbal. Encantou multidões desde o começo, em Salvador e se espalhou pelo mundo. O timbal é o instrumento característico da Timbalada. No início, a banda tinha vários vocalistas: Fia Luna, Patrícia Gomes, Denny, Ninha Brito, Augusto Conceição e Alexandre Guedes. Tudo começou quando Carlinhos Brown criou, em 1991, uma série de encontros nos quais selecionava novos talentos. Com olhos no futuro, Brown solidificou seu projeto e criou a Timbalada que, na época, contava com um pouco mais de quarenta músicos.


1992
Um ano após o pontapé inicial, a Timbalada estreou no Carnaval da Bahia.


1993
A banda Timbalada ganhou projeção nacional em 1993. O fundador da Timbalada, Carlinhos Brown, usou os conhecimentos de seus Mestres Pintado do Bongô (64 anos) e Fialuna (53).
No Carnaval de Salvador 1993, a Comissão de Carnaval de Salvador quis a Banda Timbalada tocando em um dos palcos de folia em bairros.


1995
No primeiro desfile do Bloco da Timbalada, em 1995, no Circuito Barra Ondina, o bloco ganhou o Troféu Bahia Folia como melhor Bloco Alternativo,


1995 - A PINTURA TRIBALISTA
Tudo começou quando o Mestre pintado do Bongô esqueceu o figurino e então ele disse "Já que eu sou Mestre Pintado", me pinte para a Timbalada aí menino.


1995 - NINHA FICOU FORA DA TIMBALADA
Ninha ficou fora do grupo apenas de 1995 a 1996, quando morou nos Estados Unidos.


1996
Criação do Candyall Guetho Square onde a Banda Timbalada fazia seus ensaios. Ganhou o expressivo Troféu Dodô e Osmar com a música Margarida Perfumada em 1996. E não pára por aí, no segundo desfile do Bloco da Timbalada, em 1996, no Circuito Barra Ondina, o bloco ganhou o Troféu Bahia Folia.
No terceiro desfile do Bloco da Timbalada, em 1996, no Circuito Barra Ondina, o bloco ganhou o Troféu Bahia Folia.


1997
Mudança de formação da Banda, novos vocalistas: Amanda Santiago, Juju Gomes e Akira Takakura ao lado de Ninha, assim a banda ficou com 21 integrantes.


1998
Em janeiro 1998, a Banda Timbalada estréia o site http://www.uol.com.br/timbalada
O Bloco Timbalada têm o total de 2.500 associados que desfilarão no Carnaval de Salvador 1998, na Bahia. Em 14 de fevereiro 1998 só restavam apenas 300 kits abadás à venda por R$ 300,00 cada.
Em 21 de fevereiro 1998, Carlinhos Brown fez uma homenagem aos 30 anos do movimento tropicalista no Bloco Timbalada que desfilou com os convidados : Marisa Monte e a dupla sertaneja Zezé de Camargo & Luciano.
Em 1988, a Banda Timbadada ganhou novamente o Troféu Dodô e Osmar com a música LATINHA.


1999 - PATRÍCIA GOMES é desligada da Timbalada
Após 8 anos (1991 à 1999), a vocalista Patrícia Gomes é desligada da Timbalada, mesmo contra sua vontade . "-Eu não pedi para sair, simplesmente fui comunicada que teria que deixar a banda. Mandaram-me embora e pronto" , desabafa Patricia Gomes ao Bahia Notícias (05/12/ 2007 - 06:05).


1999 - JAPONÊS NA TIMBALADA - AKIRA TAKAKURA
"Akira Takakura é filho da classe média emergente japonesa. Nasceu em Kurume-Shi, cidadezinha perto de Nagasaki, e teve a chance de mergulhar na cultura baiana. Foi lá em Simões Filho, com os garotos de rua, que ele aprendeu a falar um português que só viria a ser corrigido anos mais tarde, quando passou a freqüentar colégio particular na capital. "Tauba" (tábua), "abróbra" (abóbora) - ele tentava reproduzir no mais genuíno sotaque nipo-baiano.
Mais tarde, com a cabeça contaminada pela mistura da música que ouvia no rádio com canções eruditas, pediu uma bateria de presente. Ganhou do pai, um engenheiro civil que havia imigrado com a mulher e os quatro filhos para trabalhar numa multinacional japonesa, um oportuno timbau - um tambor comprido e estreito. E, nas ruas, ganhou compasso. "Entrava nas rodas de samba dos negões e eles iam me ensinando como se tirava um som", lembra. Acabou trocando o timbau pelo piano, mas manteve um pé dentro das rodas de axé.
Formado em Economia pela Universidade Federal da Bahia, Akira até o início do ano dividia o trabalho de monitor num curso de inglês para executivos com apresentações em bares noturnos, quando foi chamado para fazer um teste para um "comercial de tevê". A verdadeira razão para o convite só emergiu semanas depois, com um "é isso aí" sentenciado por Brown quando viu o quinteto reunido no estúdio pela primeira vez. Uma aposta de risco, a julgar pela pouca experiência dos integrantes.
Além da trajetória incerta de Akira, Juju também chegava como estreante, embora com o aval de Marisa Monte para assumir uma vaga de backing vocal no grupo de Carlinhos Brown. A vestibulanda Amanda, dividida entre a advocacia, o turismo e a dança, conhecia trios elétricos por acompanhar o pai, o compositor Lui Muritiba, no alto dos caminhões.
Garantido, mesmo, só o fato de Denny, cria dos timbaleiros, e Ninha, único remanescente da formação original, continuarem como âncoras para segurar a salada de ritmos que trafegam do afro-baiano ao funk, o reggae e o pop. "A banda só vai mesmo ficar azeitada com tempo de estrada", prevê o tecladista e diretor musical do grupo, Emerson Cunha." (Revista ISTO ÉGente)


1999
Amanda Santiago (17 ANOS) entra na banda, assim a nova formação da Banda é por Ninha, Denny e Amanda. Patrícia Gomes sai da Banda e segue carreira solo



1999 - FALÊNCIA DO BLOCO TIMBALADA
Na quarta-feira, dia 24 de fevereiro 1999, o juiz Ângelo Jerônimo e Silva Vita, da 8ª Vara Cível e Comercial de Salvador (BA) decretou da falência ao Bloco Timbalada. O pedido de falência foi feito pela empresa Cereja Alpinista Produções Artísticas Ltda - ME (Rua Maceio,Jardim Brasil, 29, Edf Costa Do Sol L/01, Barra, Salvador, BA, fundada 22/10/1996), que prestou serviços ao bloco durante nove meses sem pagamento com uma dívida inicial de dívida inicial de R$ 44.550,00.
Na quinta-feira, dia 25 de fevereiro 1999, à tarde, a Sede do Bloco foi fechada por um oficial de Justiça para efetuar o levantamento dos bens da empresa. Os diretores do Bloco Carlinhos Brown e o empresário Cícero Menezes, foram impedidos de sair de Salvador. O advogado do Bloco Timbalada, Carlos Tude, protocolou no Tribunal de Justiça da Bahia, um agravo de instrumento com pedido de liminar para tentar suspender a falência.
Na sexta-feira, dia 26 de fevereiro 1999, Carlos Tude depositou em juizo o valor de R$69.960,00 para a empresa Cereja Produções Artísticas.
Segundo comunicado oficial da Timbalada, o Bloco vinha se recusando a pagar porque entrou com uma ação indenizatória contra a Cereja por uso indevido do nome do bloco. Os representantes legais do Bloco Timbalada, Carlinhos Brown e Cícero Menezes, segundo os jornais de Salvador, "estão requerendo uma indenização de R$ 250 mil". Resumindo, não conseguiram decretar falência ao Bloco Timbalada que desfila até hoje no Carnaval de Salvador, na Bahia.


2000
Do Candeal para o mundo - Recorde de público do Festival Internacional de Jazz de Montreal, no Canadá, com 210 mil pessoas na 21ª edição do evento
Foi recorde de público do Festival Internacional de Jazz de Montreal, no Canadá, com 210 mil pessoas na 21ª edição do evento, que ocorreu em 2000. O sucesso do palco se repetiu no mercado fonográfico com onze álbuns lançados, no total.


2002
A banda participou também do Festival Internacional de Jazz de Montreal no teatro Lincoln Center.
A Banda Timbalada participou em 2002, do Brazilian Day, em Nova York, com um público de 1,2 milhões de pessoas.
Em 2002, AMANDA SANTIAGO foi eleita "Cantora Revelação" do Carnaval de Salvados, na Bahia.


2003
Último ano dos Ensaios no Candhyall Guetho Square
Passando a realizá-los na área verde Wet´n Wild, devido a sua capacidade ser maior e a procura do público ser cada vez mais expressiva


2003 - VOCALISTAS
NINHA - O "GOGÓ DE OURO" é a voz inconfundível da Timbalada. Em 1993, Carlos Augusto Rodrigues de Brito foi convidado por Carlinhos Brown para ser o primeiro vocalista da banda. Entre 1995 e 1996 passou uma temporada nos EUA, dando aulas de percussão em escolas e universidades. Ninha participou de blocos como o Juventude do Garcia, Leva Eu e Secos & Molhados, onde foi diretor da ala de canto. Atualmente, o cantor é reconhecido como "o gogó de ouro".

DENNY - Adenilson Brito de Souza (*12 de março 1979) começou a cantar aos dez anos de idade, em um projeto social da prefeitura de Camaçari. O jovem artista foi apresentado a Brown aos treze anos, durante um ensaio do grupo Timbalada, no qual pediu pra cantar duas músicas junto à banda. No dia seguinte, Denny já fazia parte da Timbalada, ao lado de Ninha. Após todos esses anos é notório seu crescimento profissional, deixando claro para o público que veio para ficar.

AMANDA - Seguindo os passos do pai, o compositor baiano Lui Muritiba, Amanda Santiago sempre teve inclinação para a música. Após fazer uma especialização musical nos EUA, em San Francisco, Carlinhos Brown a chamou para participar de uma seleção que escolheria a voz feminina do grupo. A boa notícia de sua aprovação chegou em 27 de abril de 1999, dia de seu aniversário de 18 anos, por um telefonema de Brown. Seu maior reconhecimento, desde então, aconteceu com a premiação de cantora revelação do carnaval baiano de 2002.


2003 - RELEASE
Tradição, originalidade e musicalidade são traços marcantes da banda Timbalada, que é composta por 16 integrantes, onde cada um demonstra uma atuação surpreendente dentro do que é apresentando seja nas músicas, seja nos palcos. E é assim que a banda vem conquistando, ao longo do tempo, uma legião de fãs apaixonados ao redor do mundo.
A história - Lançada em 1991, a Timbalada completa, em 2012, 21 anos de sucesso absoluto. Dona de um ritmo próprio, que tem o timbau nas suas raízes e como um instrumento marcante em seu som, a banda foi criada pelo multiartista Carlinhos Brown, no bairro baiano Candeal. De forma autêntica, Brown revolucionou a forma de tocar o timbau, que antes tocado na horizontal e com apenas uma mão, caracterizando assim a base percussiva da banda Timbalada. O resultado foi uma sonoridade efervescente, efusiva e inebriante e um ritmo que conquistou o Brasil, ganhando repercussão em todo o mundo.
O projeto inovador, desenvolvido por Brown, fez com que os encontros de domingo no espaço Candyall Guetho Square, localizado em Salvador, na Bahia, se tornassem tradicionais na cidade, atraindo milhares de baianos e turistas. Tudo começou quando Brown criou, em 1990, uma série de encontros nos quais selecionava novos talentos. Para solidificar o seu projeto, ele criou a banda Timbalada que, na época, contava com um pouco mais de quarenta músicos. Atualmente, a banda é liderada por Denny, e conta com quinze músicos.
Com uma trajetória já consolidada, a Timbalada atrai multidões por onde passa. Números superlativos fazem da banda, referência no cenário musical baiano: já animou cerca de 1,5 milhões no Carnaval de Madri em 2005 e, em Nova York, participou, em 2002, do projeto no teatro Lincoln Center, e em 2004, do Brazilian Day com um público de 1,2 milhões de pessoas. Foi recorde de público do Festival Internacional de Jazz de Montreal, no Canadá, com 210 mil pessoas na 21ª edição do evento, que ocorreu em 2000.
Músicas memoráveis fizeram história na carreira da banda a exemplo de “Beija-flor”, “Mimar Você”, “Toneladas de Desejo”, “Água Mineral”, “Camisinha” entre muitas outras. Assim, o sucesso nos palcos se repetiu no mercado fonográfico com onze álbuns lançados no total, a exemplo de Timbalada (1993), Cada Cabeça É Um Mundo (1994), Andei Road (1995), Mineral (1996), Mãe de Samba (1997), Pense Minha Cor (1998), Timbalismo (1999), Motumbá Bless (2000), Serviço de Animação Popular (2001), Alegria Original (2002), Timbalada Ao Vivo (2003).


2004
Participou do Brazilian Day - O maior evento brasileiro fora do país, com um público de 1,2 milhões de pessoas


2004 - RELEASE OFICIAL
Adenilson Brito de Souza (*12 de março 1979), o vocalista Denny, "Timbaleiro de corpo e alma", comanda o estilo pop e moderno, mas sempre respeitando a essência musical da Timbalada: o som percussivo forte e envolvente. A banda conta com 18 integrantes: um vocalista, nove percussionistas, quatro metais, duas back vocals, um tecladista e um guitarrista. Quando Brown revolucionou a forma de tocar o timbau, nasceu a base percussiva da Timbalada.
Antes, o instrumento era tocado na horizontal e com uma mão só. Depois, passou a ser colocado na vertical - tocado com as duas mãos. A inovação do projeto, desenvolvido por Brown, fez com que os encontros dominicais no Candyall Guetho Square se tornassem tradicionais na cidade, atraindo milhares de baianos e turistas. Vide trajetória completa no final.
No início, o grupo tinha vários vocalistas. Fia Luna, Patrícia Gomes, Denny, Ninha Brito, Augusto Conceição, e Alexandre Guedes. Em 1997, houve uma mudança e os cantores Amanda Santiago, Juju Gomes e Akira Takakura também passaram a integrar a linha de frente. Mas, dois anos depois, a banda passou a ser comandada apenas por Ninha, Denny e Amanda. Essa foi a formação que mais tempo durou. Em 2006, Ninha se desligou do grupo e Denny e Amanda seguiram nos vocais. Desde 2008 que Denny é o único vocalista do grupo, formado por outros 15 músicos.


2005
Carnaval de Madri - A Timbalada atrai multidões por onde passa, animou 1,5 milhões no Carnaval de Madri em 2005, com um público de aproximadamente 1,5 milhões


2006 - Ninha desliga banda após o Carnaval
Após o Carnaval de Salvador 2006 (28 de fevereiro - terça), o vocalista Ninha se despede da Banda Timbalada. Atualmente, a banda possui 18 integrantes: Denny, o vocalista, nove percussionistas, quatro metais, duas back vocals, um tecladista e um guitarrista. Denny e Amanda assumem os vocais da Banda Timbalada.


2007
Amanda Santiago se desliga da Banda, Denny assume sozinho a Banda que é formado por outros 15 músicos. Ensaios passaram a acontecer no Othon e ficou por lá durante duas temporadas. Neste mesmo ano no carnaval, a banda foi mais uma vez premiada, pela Rádio Itapoan FM, na categoria “Melhor música do carnaval” com a canção “Cachaça”- hit do CD/DVD “Alegria Original”. Ano este em que a banda já tinha Denny com único cantor
- AGOSTO - gravação primeiro dvd
- ABRIL - Denny assume a banda sozinho
- ABRIL - Amanda desliga banda e segue carreira solo

2008 - AMANDA SANTIAGO
Filha do cantor e compositor Lui Muritiba, Amanda Santiago, desde pequena, teve muito contato com a música e cresceu rodeada por grandes nomes do meio artístico e musical.
Na adolescência foi estudar música em São Francisco, Califórnia e quando retornou, aos 18 anos, a convite de Carlinhos Brown, que queria miscigenar a Timbalada, integrou na banda como cantora.
Amanda permaneceu na Timbalada por 8 anos e a sua carreira totalmente influenciada pela riqueza cultural que é o Candeal. Em paralelo, ela sempre dedicou parte do seu tempo a pesquisar sons e instrumentos.
Após a sua saída da Timbalada em 2007, ela resolveu aprofundar essa pesquisa juntamente com o produtor e diretor musical Mikael Mutti, onde tornou possível a criação de novos instrumentos musicais com materiais reciclados e alguns instrumentos usuais, como é o caso de tonéis, escadas de metal e baldes plásticos, criando uma nova forma de tocar. (Carnatal - 18/06/2008)


2008
O primeiro DVD lançado pela banda na cidade de São Luís, no Maranhão
Com uma mega estrutura fez sucesso vendendo milhares de cópias pelo país. Também neste mesmo ano a Timbalada iniciou seus Ensaios de Verão no Museu Du Ritmo, mantendo o local como sua casa até hoje
A Timbalada em 2008 gravou seu primeiro DVD em São Luís MA.Os Ensaios da Timbalada tomaram grandes proporções, tendo público de vários lugares do mundo durante o verão muandando assim o local em que fazia seus Ensaios para ampliar sua capacidade, saindo do Candyall Guetho Square para a área verde do Othon, depois Wet´n Wild e de 2008 para cá no Museu du Ritmo.


2009
A banda passou a criar temáticas para os seus verões
Fizeram uma homenagem aos ídolos da música brasileira e internacional, os homenageados foram: Michael Jackson, James Brown, Luiz Caldas, Raul Seixas e Carlinhos Brown, que lhe rendeu o prêmio de melhor figurino neste ano pelo Troféu Dodô e Osmar


2013
A Timbalada criou a campanha Planeta Timbalada
Onde retratava a banda e os músicos como se fosse algo de outro mundo, de um planeta singular, com muita música e alegria, a banda levou a temática não só para o seu verão como também para o Festival de Verão


2014 - Homenageando todos os ritmos musicais
Brasileiro e baiano, a Timbalada fez seu verão de Todos os Ritmos, levando para o Museu du Ritmo, o axé, o pagode, o funk, o rock e também o arrocha


2014 - por Carlinhos Brown
Já consagrada nacionalmente, a BANDA TIMBALADA, surgiu no fim dos anos 80, fundada por Carlinhos Brown, que adotou um novo instrumento musical: o timbau. A Timbalada nasceu "no tapa", como diz o próprio criador, com o objetivo de oferecer um serviço de animação social, um novo ritmo usando o som da percussão, além de resgatar e levar para as ruas o timbau. E conseguiu. A versatilidade de Brown também aparece na banda, que é formada em média por 29 músicos, que tocam teclado, guitarra, timbau, surdo, bacurinhas (instrumento criado por ele parecendo um repique) e naipe de metais. Para preservar a independência da banda, Brown deixou de se apresentar junto com ela.
"A Timbalada não é uma instituição carnavalesca, é uma entidade espiritual, uma manifestação cabocla miscigenada, uma labu laba ladainha. Tive sorte de, no final do milênio, a Timbalada ter nascido - ou renascido - em minhas mãos. A gente queria pegar o timbau e trazê-lo para um contexto de reaproximação social, porque era um instrumento marginalizado. O movimento começou a ficar maior e criamos uma linguagem que ele ainda não tinha. A Timbalada é uma coisa da Bahia, mas não era algo que se encontrava antes na tradição rítmica baiana. Ela chocou. O timbau se adaptou a essa linguagem porque ele começou a amontoar células rítmicas, fazendo fusões e levando tudo isso a grandes mantras, que são os tambores nas ruas quando começam a tocar.
A Timbalada não teve somente o propósito de chocar, mas sim de retomar a cultura angolana na Bahia. Minha fonte rítmica é o dia-a-dia, é a música da vida. Já na letra, que é uma coisa terrestre, para poder escrever, não só me inspiro no cotidiano, mas em vivências e em referências do que vi e gostei. Com relação às músicas, não tenho domínio. Elas vêm de cima. E as melhores eu faço dormindo.
Com quantos calos se faz um timbaleiro? Para alguém chegar a ser um, há que se passar por uma doutrina - não é só chegar e tocar o timbau. Não faço idéia de onde vai dar a Timbalada, mas acho que vai muito longe. Hoje onde há timbau há Timbalada também".
Carlinhos Brown


2014 - RELEASE OFICIAL
Tradição, originalidade e musicalidade são traços marcantes da banda Timbalada. Composta por 16 integrantes, cada artista demonstra uma atuação surpreendente dentro do que é apresentando, seja nas músicas ou nos palcos. E é assim que a banda vem conquistando, ao longo do tempo, uma legião de fãs apaixonados, por todo o mundo. O verão da banda Timbalada é muito aguardado pelo público, e, costuma ser sempre recheado de boas surpresas. Músicas, ensaios, carnaval, tudo é pensando de uma maneira especial para agradar aos fãs da banda. Os Ensaios da Timbalada costumam gerar uma expectativa grande ao público pelo show efervescente, totalmente característico na banda. Convidados especiais marcam sempre marcam presença na festa.
Lançada em 1991, a Timbalada completa, em 2015, 24 anos de sucesso absoluto. Dona de um ritmo próprio, que tem o timbau em essência, a banda foi criada pelo multiartista Carlinhos Brown, no bairro baiano Candeal. Com uma trajetória já consolidada, a Timbalada atrai multidões por onde passa. Foi recorde de público do Festival Internacional de Jazz de Montreal, no Canadá, com 210 mil pessoas na 21ª edição do evento (2000). Participou também do projeto no teatro Lincoln Center (2002) e do Brazilian Day com um público de 1,2 milhões de pessoas (2004), além de animar cerca de 1,5 milhões no Carnaval de Madri em Nova York (2005).
Com total de 13 álbuns durante a carreira, músicas memoráveis fazem parte da história da banda a exemplo de “Beija-flor”, “Mimar Você”, “Toneladas de Desejo”, “Água Mineral”, “Camisinha” entre muitas outras.


2015 - RELEASE
A história de amor e sucesso começou... Em 1991 a banda foi lançada por Carlinhos Brown com som seu som característico que vem do timbal. Encantou multidões desde o começo, em Salvador e se espalhou pelo mundo. Foi recorde de público do Festival Internacional de Jazz de Montreal, no Canadá, com 210 mil pessoas na 21ª edição do evento (2000). Participou também do projeto no teatro Lincoln Center (2002) e do Brazilian Day com um público de 1,2 milhões de pessoas (2004), além de animar cerca de 1,5 milhões no Carnaval de Madri em Nova York (2005).

  • TROFEU BAHIA FOLIA
    No primeiro desfile do Bloco da Timbalada, em 1995, no Circuito Barra Ondina, o bloco ganhou o Troféu Bahia Folia como melhor Bloco Alternativo, a premiação prosseguiu pelos dois anos seguintes

  • TROFEU DODÔ & OSMAR
    Ganhou o expressivo Troféu Dodô e Osmar com a música Margarida Perfumada em 1996

  • PRIMEIRO DVD
    A Timbalada em 2008 gravou seu primeiro DVD em São Luís do Maranhão.

  • PÚBLICO RECORD FORA DO BRASIL
    Recorde de público no Festival Internacional de Jazz de Montreal, no Canadá, com 210 mil pessoas na 21ª edição do evento em 2000.

  • ENSAIOS
    Os Ensaios da Timbalada tomaram grandes proporções, tendo público de vários lugares do mundo durante o verão muandando assim o local em que fazia seus Ensaios para ampliar sua capacidade, saindo do Candhyall para a área verde do Othon, depois Wet´n Wild e de 2008 para cá no Museu du Ritmo. Esperado por todos, os Ensaios da Timbalada é abertura oficial para o verão da banda. Como o próprio nome já diz, são nesses 5 shows realizados, hoje, no Museu du Ritmo que a Timbalada ensaia junto a seu público as músicas, e todo repertório para invadir a avenida no carnaval de Salvador. Os ensaios da Timbalada acontecem desde o início da banda em 1991 inicialmente no Candhyal Guetho Square.

  • SUCESSOS
    Os grandes sucessos da Timbalada, distribuídos em seus 13 álbuns lançados nesses 24 anos de história.

  • RESSACA DA TIMBALADA
    Criado no verão de 1994, o Bloco Timbalada desfilou pela primeira vez, no Carnaval de Salvador, em 1995. A estreia do bloco se caracterizou pela venda de abadas que rapidamente foram esgotados. Neste mesmo ano, o Bloco Timbalada conquistou o Troféu Bahia Folia na categoria de “Melhor Bloco Alternativo” e a premiação prosseguiu nos dois anos seguintes.

  • TIMBALADA, O BLOCO
    Criado no verão de 1994, o Bloco Timbalada desfilou pela primeira vez, no Carnaval de Salvador, em 1995. A estreia do bloco se caracterizou pela venda de abadas que rapidamente foram esgotados. Neste mesmo ano, o Bloco Timbalada conquistou o Troféu Bahia Folia na categoria de “Melhor Bloco Alternativo” e a premiação prosseguiu nos dois anos seguintes. No carnaval 2007, a canção “Cachaça” – hit do CD/DVD “Alegria Original”, criada por Carlinhos Brown/Refrão adicional de Elber, Zidane e Popó – foi eleita a “Melhor Música do Carnaval” segundo a rádio Itapoan FM.

  • TIMBALADA EM NÚMEROS - 2015
    353 ENSAIOS - 1000 CARNAVAIS - 39 SUCESSOS - 80 PRÊMIOS - 16 TURNÊS



2015 - Mundo Encantado da Timbalada
Focado em uma temática ligada ao lúdico e magia foi criado o Mundo Encantado da Timbalada. Lá, o Imperador do Som, Denny, defendia esse mundo das maldades do Senhor Sinistro Cibernético com sua música, sua voz e o ritmo da percussão timbaleira, em que claro a Timbalada sempre vencia essa batalha fazendo a música e a felicidade imperarem


2015 - DENNY
Adenilson Brito de Souza, o vocalista Denny, "Timbaleiro de corpo e alma", comanda o estilo pop e moderno, mas sempre respeitando a essência musical da Timbalada: o som percussivo forte e envolvente. A banda conta com 18 integrantes: um vocalista, nove percussionistas, quatro metais, duas back vocals, um tecladista e um guitarrista. Quando Brown revolucionou a forma de tocar o timbau, nasceu a base percussiva da Timbalada. Caçula de uma família de artistas, Denny começou a carreira na infância, aos dez ano s, em um projeto social no município de Camaçari – região metropolitana. Lá ele participava de uma banda também com base percussiva. Dois anos seguintes Carlinhos Brown foi visitar o grupo e ao escutá-lo, convidou Denny para o ensaio da Timbalada, no Candeal. Com muita disposição – capoeirista desde os nove anos a voz privilegiada de Denny contagia o público por onde passa, encantando, não somente a nação brasileira, mas também o povo europeu e países como Japão, Canadá e Estados Unidos.
Além do ritmo contagiante, a responsabilidade social e a solidariedade são alguns dos atributos principais que o vocalista destaca na Timbalada: “O respeito ao ser humano é uma necessidade do mundo”, considera. Denny vê a Timbalada como uma grande família que, além dos diversos projetos sociais agregados, possui ritmo envolvente e letras que estimulam a cidadania e revelam um caráter social, a exemplo dos hits “Camisinha” e “Água Mineral”. Desde que assumiu o posto de vocalista, o artista se entregou de corpo e alma, criando uma nova identidade para a Timbalada, o que resultou em uma das maiores premiações do Carnaval de 2009, o título de “Melhor Puxador de Trio”, pelo troféu Dodô e Osmar.


2016
Em novembro 2016, a Banda Timbalada anuncia que Denny Denan vai dividir o vocal com alagoana Millane Hora e a estréia em palco acontece no dia 04 de dezembro 2016, no Ensaio da Timbalada, no Museu du Ritmo (Salvador/BA).
Em 2013 a Timbalada é liderada por Denny e composta por 16 integrantes, a banda tem ritmo envolvente e surpreende seu público a cada nova apresentação. A banda, que tem o timbau como base percussiva, tem um ritmo próprio, que desde o seu nascimento agrada o público do mundo inteiro. Brown quem, de forma inusitada, resolveu mudar a maneira de tocar o instrumento. Antes tocado na vertical, o timbau passou a ser manipulado na horizontal. Em 1990, Carlinhos Brown desenvolveu no Candeal um projeto inovador, que realizava encontros nos quais selecionava novos talentos, todos os domingos no Candyall Guetho Square, localizado em Salvador, Bahia. Para solidificar o seu projeto, ele criou a banda Timbalada que, na época, contava com um pouco mais de quarenta músicos.


2016 - NOV - BANDA TIMBALADA - RELEASE OFICIAL
Tradição, originalidade e musicalidade são traços marcantes da banda Timbalada. Composta por 16 integrantes, cada artista demonstra uma atuação surpreendente dentro do que é apresentando, seja nas músicas ou nos palcos. E é assim que a banda vem conquistando, ao longo do tempo, uma legião de fãs apaixonados, por todo o mundo. O verão da banda Timbalada é muito aguardado pelo público, e, costuma ser sempre recheado de boas surpresas. Músicas, ensaios, carnaval, tudo é pensando de uma maneira especial para agradar aos fãs da banda. Os Ensaios da Timbalada costumam gerar uma expectativa grande ao público pelo show efervescente, totalmente característico na banda. Convidados especiais marcam sempre marcam presença na festa.
A história - Lançada em 1991, a Timbalada completa, em 2015, 24 anos de sucesso absoluto. Dona de um ritmo próprio, que tem o timbau em essência, a banda foi criada pelo multiartista Carlinhos Brown, no bairro baiano Candeal.
Com uma trajetória já consolidada, a Timbalada atrai multidões por onde passa. Foi recorde de público do Festival Internacional de Jazz de Montreal, no Canadá, com 210 mil pessoas na 21ª edição do evento (2000). Participou também do projeto no teatro Lincoln Center (2002) e do Brazilian Day com um público de 1,2 milhões de pessoas (2004), além de animar cerca de 1,5 milhões no Carnaval de Madri em Nova York (2005).
Com total de 13 álbuns durante a carreira, músicas memoráveis fazem parte da história da banda a exemplo de “Beija-flor”, “Mimar Você”, “Toneladas de Desejo”, “Água Mineral”, “Camisinha” entre muitas outras.


2016 - NOV - BLOCO TIMBALADA - RELEASE OFICIAL
A Terra de todos os Santos durante o ano inteiro aguarda pelo som, música e emoção que a Timbalada traz para o verão baiano. Essa alegria ecoa do som dos timbais pelos circuitos do Carnaval. E ela mexe, inspira e respira ritmos e cores que há 22 anos desfilam pelos corredores da alegria da nossa cidade.
O Bloco Timbalada, desde o princípio, ficou caracterizado pela rápida venda dos abadás, culminando em um enorme sucesso já no seu primeiro desfile. Neste mesmo ano, foi destaque recebendo o Troféu Bahia Folia, na categoria como melhor Bloco Alternativo.
Destaque na passagem pelo circuito da fantasia soteropolitana também em outros anos, a canção tema de 2007, “Alegria Original”, ganhou o título como Melhor Música do Carnaval naquele ano. Prêmio este, oferecido pela Rádio Itapoan FM.
O verão 2017 já está aí, preparado para receber nossas cores, nossa sonoridade e nossa alegria, para fazermos mais um carnaval de sucesso.


2016 - NOV - nova vocalista MILLANE HORA
A música sempre fez parte da vida de Millane Hora. Nascida na cidade de Ponta Verde, em Alagoas, a cantora, então com apenas 13 anos, encantava a todos com sua voz suave e ao mesmo tempo potente. Com 15, começou a se apresentar em alguns bailes e a partir daí, não parou mais. Após grandes festivais ao redor do Brasil, ela também se destacou em diversos Reality Shows Musicais, mostrando uma sonoridade única e marcante.
Sempre preocupada com os estudos, Millane se formou em advocacia, mas os palcos sempre foram a grande inspiração da artista, e depois de se apresentar em diversos palcos do nosso país, gravando inclusive o 1º. DVD solo da carreira, chegou em Salvador, com as bênçãos dos timbals. “ Como artista, vivi muitas experiências na vida, mas a de fazer parte de uma banda tão completa, visceral e com uma história tão intensa e de sucesso me parece mais do que uma oportunidade e sim um presente do universo.” Ao lado de Denny, agora o comando também é dela.


2016 - NOV - vocalista DENNY
Adenilson Brito de Souza, popularmente conhecido por Denny, "Timbaleiro de corpo e alma", comanda o estilo pop e moderno, mas sempre respeitando a essência musical da Timbalada: o som percussivo forte e envolvente. A banda conta com 18 integrantes: um vocalista, nove percussionistas, quatro metais, duas back vocals, um tecladista e um guitarrista. Quando Brown revolucionou a forma de tocar o timbau, nasceu a base percussiva da Timbalada. A Timbalada é uma banda de energia sem igual, ritmo pra frente e contagiante não deixa quem ouve parado, se a música for romântica não há quem não fique emocionado.
Caçula de uma família de artistas, Denny começou a carreira na infância, aos dez anos, em um projeto social no município de Camaçari – região metropolitana. Lá ele participava de uma banda também com base percussiva. Dois anos seguintes Carlinhos Brown foi visitar o grupo e ao escutá-lo, convidou Denny para o ensaio da Timbalada, no Candeal. Com muita disposição – capoeirista desde os nove anos a voz privilegiada de Denny contagia o público por onde passa, encantando, não somente a nação brasileira, mas também o povo europeu e países como Japão, Canadá e Estados Unidos.
Além do ritmo contagiante, a responsabilidade social e a solidariedade são alguns dos atributos principais que o vocalista destaca na Timbalada: “O respeito ao ser humano é uma necessidade do mundo”, considera. Denny vê a Timbalada como uma grande família que, além dos diversos projetos sociais agregados, possui ritmo envolvente e letras que estimulam a cidadania e revelam um caráter social, a exemplo dos hits “Camisinha” e “Água Mineral”.
Desde que assumiu o posto de vocalista, o artista se entregou de corpo e alma, criando uma nova identidade para a Timbalada, o que resultou em uma das maiores premiações do Carnaval de 2009, o título de “Melhor Puxador de Trio”, pelo troféu Dodô e Osmar.


2017 - JAN - Timbalada e sua história
Verão na Bahia. Carnaval e Alegria. Verão na Bahia. Tradição e Folia. Verão com som, magia e diversão. Alegrando a alma e também o coração. Seja na pipoca, camarote ou arquibancada. Curtição, desde sempre, é com a Timbalada. E foi com esse espírito, com essa força e com essa energia que assim surgiu. Encantando multidões por onde passa, a Timbalada, há 26 anos, vem agitando cada praça, no Brasil e no mundo. Um ano após o pontapé inicial, a Timbalada estreou no Carnaval da Bahia. Abadás esgotados, e a Avenida tomada por foliões que jamais esqueceram aqueles dias. 1995 também foi ano de prêmio. A conquista de “Melhor Bloco Alternativo”, pelo Bahia Folia, foi um marco importante para uma estreia com pé direito. Já em 2007 a música “Cachaça” foi escolhida a melhor da folia. Troféu dado pela Rádio Itapoan FM, uma das mais influentes da capital baiana.
A trajetória foi sendo conquistada aos poucos, mas do início, jamais se pode esquecer. Erguendo os timbais, o Candeal gritou. Gritou a sonoridade única e determinada pelo maestro Carlinhos Brown, que deu vez e voz a esta nova identidade musical.
Prêmios e recordes foram muitos ao longo da jornada, até mesmo internacional; O Festival Internacional de Jazz de Montreal, no Canadá, por exemplo, reuniu 210 mil pessoas na 21ª edição (2000). A Timbalada também participou do projeto no teatro Lincoln Center (2002) e do Brazilian Day com um público de 1,2 milhões de pessoas (2004), além de animar cerca de 1,5 milhões no Carnaval de Madri em Nova York (2005). Um currículo que elevou e projetou a banda no exterior do país.
Com um total de 13 álbuns, durante a carreira, outro ponto de destaque, foram os ensaios de Verão. Após passar por alguns locais, o projeto fixou-se no Museu do Ritmo, e segue até hoje, sendo o principal point do verão para baianos e turistas.
Tradição, mística, sonoridade, originalidade e diversão. Os atabaques, timbaus e tambores que ecoam a musicalidade da Timbalada, criam um cenário único, identificado com a Bahia e com os baianos. Sentir a música e viver a música. Isso é Timbalada.


2017 - JUN - A Timbalada confirma a saída de Millane Hora da banda
No dia 8 de junho 2017, às 07:10, a Timbalada confirma a saída de Millane Hora da banda em um "comunicado" através da rede social Facebook. A empresa agradece o período que a cantora compartilhou seu talento como a voz feminina do grupo e deseja sorte e sucesso na carreira da artista.
  • POR MILLANE HORA - "Em minha terra Alagoas, fiz o último show como cantora da banda"
    Há mais de um mês, soube que isso aconteceria, mas como tinha de ser, me dediquei de corpo e alma aos últimos shows e momento e foi maravilhoso! O último show pintada foi emocionante sob vários aspectos! Tudo foi, na verdade!!! Foi uma fase inesquecível da minha vida, de muito aprendizado e alegrias inclassificáveis. Eu coube na Timbalada o tempo que a Timbalada coube em mim. Hoje seguimos caminhos diferentes. . Carlinhos Brown, criador e dono da banda, decidiu dar um novo formato à Timbalada, e acredita que eu não me encaixo nele, nesse novo formato. E é por isso que não sigo com a banda. Mas fui marcada pela tinta do axé, do batuque, dos orixás que me guiaram por esse período. Sigo com a alma lavada de fé, com uma energia que me transformou, com uma bagagem ainda maior e um amor... Ah, o amor... Um amor infindável pela Bahia! E aonde quer que eu vá, cantando o som que for, eu sempre levarei em mim essa marca. Me pinte (sempre) pra Timbalada!
    A @gilsondefreitas e sua Cris, muuuuito obrigada pelo amor, lições e confiança.
    A Brown, obrigada por sua TIMBALADA, a banda e a Denny, obrigada por seu carinho, respeito e parceria que conquistamos com o tempo!
    A Deus e ao público, obrigada por tudo!" MUITO OBRIGADA, AXE!
    Millane Hora


2017 - JUN - o vocalista Denny deixa a Timbalada
No dia 10 de Junho, às 06:33h, pela rede social Facebook, A Banda Timbalada anuncia a saída Denny Deran - A Banda Timbalada confirma o desligamento por decisão própria do cantor Denny Dennan. Respeitando a sua decisão, desejamos ao cantor sorte e agradecemos pela sua importante contribuição para o crescimento e sucesso da Banda. Denny cumprirá a agenda até julho, e a Banda TIMBALADA segue normalmente a agenda de shows com a nova formação, a qual divulgaremos em breve.
  • POR DENNY DENAN - Obrigado, minha nação TIMBALEIRA!
    Nesse dia de hoje, 9 de junho, sexta-feira, dia de Oxalá, dia do Pai maior, daquele que acalma e pacifica, do que simboliza a paz, quero registrar aqui a minha imensa alegria em compartilhar com todos vocês, fãs, amigos e parceiros, o início de um novo caminhar. Seguindo meus próprios passos. Quero dividir com vocês a felicidade de saber que inicio um novo ciclo com muita garra, perseverança e energia, tendo ao meu lado, todos aqueles que acreditam no meu trabalho.
    Amigos que fiz ao longo desses 25 anos, desde o dia em que saí de Camaçari, até hoje. Registro aqui o meu respeito e gratidão a todos aqueles que construiram comigo uma grande história de vida, e ajudaram a formar o que sou hoje: artista, músico, e ser humano. Cada toque no timbal, cada volta no trio e no Guetho me fortaleceram, e hoje só tenho a agradecer a Carlinhos Brown, por todos esses anos de aprendizado e acolhimento.
    A Gilson Freitas e Cristina Soares, pela parceria e pelo carinho. A todos vocês, que me guiaram como um farol, e iluminaram a minha vida. Deus abençoe a todos.
    Denny Denan



2017 - JUL - TIMBALADA SÉC. XXI - nova formação
Há 25 anos, a Timbalada vem encantando o mundo com sua harmonia perfeita. Se para os fãs é motivo de alegria original, para o mundo representa uma célula percussiva que revolucionou a música do planeta. Muito mais que uma banda, a Timbalada é um movimento vivo.
Dia 09 de julho 2017 os timbaus ecoaram na Coletiva de Imprensa no Guetho Square, no Candeal, na cidade de Salvador - Bahia. Com um pocket show Carlinhos Brown apresentou a nova formação da Banda Timbalada que agora se chama TIMBALADA SÉC.XXI para a imprensa.
A Timbalada do século XXI é transbordante”. Essa é a frase utilizada pelo cacique Carlinhos Brown para definir o novo momento desse poderoso movimento percussivo. Três novas vozes e 21 novas músicas fizeram parte das novidades anunciadas durante a coletiva de imprensa deste domingo (09), no Guetto Square. Nessa virada artística, a Timbalada também ganha uma formação eletrônica, a Eletrotimba, e retoma a sua bateria de rua. Ao mesmo tempo, nasce o Club du Timball, uma associação percussiva que une fãs à banda e fomenta grupos de estudo de percussão.
Recebidos calorosamente pelo público que estava presente, ao som de “Sejam Bem Vindos”, foram apresentados os novos cantores da Timbalada: Buja Ferreira, Paula Sanfer e Rafa Chagas. É o retorno de três cantores na linha de frente, o que já aconteceu em outros momentos da banda. Sob a regência de seu criador, a sonoridade da nova Timbalada afirma sua base percussiva inconfundível, agora acompanhada pela voz suave e poderosa de Paula Sanfer, pela personalidade irreverente do inquieto e talentoso cantor e compositor Rafa Chagas, e pelo talento, estilo e performance de peso do cantor e compositor Buja Ferreira.
“Eles têm uma aproximação tonal muito boa e compartilham uma sinergia também na alegria que juntos trazem para as músicas”, analisa o mestre Brown. “Além disso, andei por muito tempo sentindo uma falta enorme da presença de uma mulher na Timbalada, dessa suavidade típica do timbre feminino”, acrescenta.
O repertório da Timbalada do século XXI traz a marca do ineditismo, com músicas novas e, claro, espaço também para os deliciosos hits da banda. “Todos os sucessos um dia foram inéditos. Quem quer apenas ouvir os hits da Timbalada, é melhor tocar o CD, porque nós vamos experimentar o novo”, avisa Brown.
  • BUJA FERREIRA
    Cantor, percussionista, compositor e cozinheiro, Buja Ferreira, 32 anos, teve sua primeira banda, Me Beija, aos 14 anos ainda na escola, mas seu primeiro instrumento, o pandeiro, ele aprendeu a tocar aos 12 anos para acompanhar os pais seresteiros na noite do bairro do Beiru (Tancredo Neves), onde nasceu e mora. Chegou a formar outras bandas, como Clima Total e Ejafras, até que decidiu investir no seu talento de compositor e oferecer a música A Pipa a um amigo músico. Mas o amigo sugeriu que ele mesmo cantasse e, para experimentar, fizesse um vídeo e jogasse na net. Assim nasceu a banda n@net, que projetou Buja como cantor e compositor. Hoje ele tem músicas gravadas por Tony Sales, Léo Santana e Márcio Victor e assina também canções que estão no repertório novo da Timbalada. Uma delas é Amendoada, que traz nome da deliciosa iguaria que também vem contribuindo para sua popularidade. É uma feijoada feita com amendoin no lugar do feijão. Quem já provou aprovou.

  • PAULA SANFFER
    A Timbalada é o segundo projeto de Paula tendo Carlinhos Brown como mentor. No último verão, Paula esteve à frente da Mukindala ao lado de Rafa Chagas e Gato Preto e mostrou a força da sua voz, que une suavidade e muita personalidade. Finalista do The Voice Brasil no time de Brown, a baiana de Feira de Santana, 38, começou a cantar quando tinha sete anos. Autodidata, Paula toca teclado, bateria e violão – este último com mais afinco, dada às inúmeras apresentações que a artista realizou em bares e em festas particulares com o instrumento durante a sua carreira solo. Na bagagem, também experiência como backing vocal do cantor Tayrone e a gravação de dois álbuns gospel.

  • RAFA CHAGAS
    O baiano Rafa Chagas tem 22 anos, mas uma experiência de palco que explica a sua notável performance mesmo ainda tão jovem. Com um talento que sempre chamou a atenção de Carlinhos Brown, assumiu os vocais e fez bonito à frente da Mukindala no último verão. Morador do Acupe de Brotas, em Salvador, o cantor começou sua trajetória artística ainda na infância com a banda Yeba Beats, dirigida pelo tio MagaryLord. Aos 16 anos, já liderava o grupo Lactosamba, que marcou presença em grandes eventos como Sarau du Brown e ensaios da Timbadala. Além de cantor, Rafa é compositor e tem diversos hits na voz de artistas como Bruno Cardoso, Léo Santana, Xandy, Márcio Victor. Sua assinatura está, inclusive, no novo repertório da Timbalada, na canção Sou Timbaleiro, composição dele, Buja Ferreira, Jorginho Barbosa e Brown.



2017 - JUL - TIMBALADA SÉC. XXI é Transbordante
Além de três novas vozes, a Timbalada retoma o movimento de bateria de rua, lança a Eletrotimba e implanta o Club du Timball . “A Timbalada do século XXI é transbordante”. Essa é a frase utilizada pelo cacique Carlinhos Brown para definir o novo momento desse poderoso movimento percussivo. Três novas vozes e 21 novas músicas são uma parte da novidade. Nessa virada artística, a Timbalada também ganha uma formação eletrônica, a Eletrotimba, e retoma a sua bateria de rua. Ao mesmo tempo, nasce o Club du Timball, uma associação percussiva que une fãs à banda e fomenta grupos de estudo de percussão. No palco, quem agora coloca a voz para acompanhar os tambores são os talentosíssimos Buja Ferreira, Paula Sanffer e Rafa Chagas. É o retorno de três cantores na linha de frente, o que já aconteceu em outros momentos da banda.
Sob a regência de seu criador, a sonoridade da nova Timbalada afirma sua base percussiva inconfundível, agora acompanhada pela voz suave e poderosa de Paula Sanffer, pela personalidade irreverente do inquieto e talentoso cantor e compositor Rafa Chagas, e pelo talento, estilo e performance de peso do cantor e compositor Buja Ferreira. “Eles têm uma aproximação tonal muito boa e compartilham uma sinergia também na alegria que juntos trazem para as músicas”, analisa o mestre Brown. “Além disso, andei por muito tempo sentindo uma falta enorme da presença de uma mulher na Timbalada, dessa suavidade típica do timbre feminino”, acrescenta.
O repertório da Timbalada do século XXI traz a marca do ineditismo, com músicas novas e, claro, espaço também para os deliciosos hits da banda. “Todos os sucessos um dia foram inéditos. Quem quer apenas ouvir os hits da Timbalada, é melhor tocar o CD, porque nós vamos experimentar o novo”, avisa Brown.
- Buja Ferreira – Cantor, percussionista, compositor e cozinheiro, Buja Ferreira, 32 anos, teve sua primeira banda, Me Beija, aos 14 anos ainda na escola, mas seu primeiro instrumento, o pandeiro, ele aprendeu a tocar aos 12 anos para acompanhar os pais seresteiros na noite do bairro do Beiru (Tancredo Neves), onde nasceu e mora. Chegou a formar outras bandas, como Clima Total e Ejafras, até que decidiu investir no seu talento de compositor e oferecer a música A Pipa a um amigo músico. Mas o amigo sugeriu que ele mesmo cantasse e, para experimentar, fizesse um vídeo e jogasse na net. Assim nasceu Banda N@net, que projetou Buja como cantor e compositor. Hoje ele tem músicas gravadas por Tony Sales, Léo Santana e Márcio Victor e assina também canções que estão no repertório novo da Timbalada. Uma delas é Amendoada, que traz nome da deliciosa iguaria que também vem contribuindo para sua popularidade. É uma feijoada feita com amendoin no lugar do feijão. Quem já provou aprovou.
- Paula Sanffera – A Timbalada é o segundo projeto de Paula tendo Carlinhos Brown como mentor. No último verão, Paula esteve à frente da Mukindala ao lado de Rafa Chagas e Gato Preto e mostrou a força da sua voz, que une suavidade e muita personalidade. Finalista do The Voice Brasil no time de Brown, a baiana de Feira de Santana, 38, começou a cantar quando tinha sete anos. Autodidata, Paula toca teclado, bateria e violão – este último com mais afinco, dada às inúmeras apresentações que a artista realizou em bares e em festas particulares com o instrumento durante a sua carreira solo. Na bagagem, também experiência como backing vocal do cantor Tayrone e a gravação de dois álbuns gospel.
- Rafa Chagas – O baiano Rafa Chagas tem 22 anos, mas uma experiência de palco que explica a sua notável performance mesmo ainda tão jovem. Com um talento que sempre chamou a atenção de Carlinhos Brown, assumiu os vocais e fez bonito à frente da Banda Mukindala no último verão. Morador do Acupe de Brotas, em Salvador, o cantor começou sua trajetória artística ainda na infância com a banda Yeba Beats, dirigida pelo tio Magary Lord. Aos 16 anos, já liderava o grupo Lactosamba, que marcou presença em grandes eventos como Sarau du Brown e ensaios da Timbadala. Além de cantor, Rafa é compositor e tem diversos hits na voz de artistas como Bruno Cardoso, Léo Santana, Xandy, Márcio Victor. Sua assinatura está, inclusive, no novo repertório da Timbalada, na canção Sou Timbaleiro, composição dele, Buja Ferreira, Jorginho Barbosa e Brown.


2017 - JUL - ELETROTIMBA
Como o momento é de novidades transbordantes, outra que chega com força é a Eletrotimba, que vem revelar a Timbalada e seu potencial de convergência lingüística, rítmica e contemporânea. Trata-se de uma formação que faz a percussão nascida na Bahia dialogar com a música eletrônica, tendo à frente o cantor dominicano Oscar Dominic. “A Bahia tem sido um motor de inspiração para o segmento da música eletrônica, mas vem mostrando poucos produtos em torno dessa linguagem. A Eletrotimba é a nossa resposta de acolhimento à música eletrônica”, diz Brown.
Ao tempo que propõe um novo produto musical, a Eletrotimba mostra a amplitude do movimento percussivo que é a Timbalada. “Nós não podemos estar apáticos diante da realidade de um mundo que avança. A Bahia precisa se expandir para se difundir. Sem o legado do merengue do dominicano Luis Kalaff, não teríamos o samba reggae nem a Timbalada. Eu, como percussionista que estou a serviço do axé music desde o seu ponto zero, compreendo que está na hora de juntarmos essas linguagens irmãs, não mais como um intercâmbio, e sim como uma fusão, daí a contribuição de Oscar Dominic, que é uma referência em merengue, bachata e reggaeton”.


2017 - JUL - BATERIA DE RUA – De tudo que é novo nesse momento, o único resgate de algo que nasceu no passado é a bateria de rua da Timbalada, que também ficou conhecida como Arrastão. Está de volta o movimento de criação de uma divisão de base da percussão baiana, o que, na prática, significa um laboratório que deve reunir mais de 200 percussionistas em torno da estética percussiva e da formação musical para a vida, envolvendo, sobretudo, jovens adolescentes interessados na música como ferramenta transformadora da realidade. “Vamos abrir inscrições e fortalecer essa base, preparando percussionistas para nosso Carnaval, festas de largo e para o mundo, como aconteceu com muitos que fizeram parte da nossa bateria no passado e que depois foram integrar bandas de grandes músicos consagrados no Brasil e fora dele”, comenta o regente da bateria de rua da Timbalada do Século XXI, Jair Rezende.
Brown reforça que cada um dos 200 percussionistas iniciados deve ser responsável por um iniciante. “A informação precisa ser passada”, defende.


2017 - JUL - CLUB DU TIMBALL
O Club do Timball é um projeto voltado a aproximar os admiradores da Timbalada, da axé music e da música popular brasileira. A ideia é dar voz ao timbaleiro apaixonado para que ele se torne participante desse movimento musical e social que é a Timbalada. Outra vertente do Club é a formação grupos de estudos percussivos. “Retomaremos as escolas técnicas percussivas de base para garantir a manutenção dos toques e cantigas do candomblé nas linguagens banto, ijexá, mahi e jeje-nagô, e para efetivar a nossa relação com esse timbaleiro apaixonado, lembrando que o verdadeiro timbaleiro não é aquele que apenas se pinta para dançar e cantar com a banda. O timbaleiro é, acima de tudo, um voluntário social”. Para participar do Club du Timball, basta ser fã, percussionista ou simplesmente simpatizante da causa da Timbalada. Os sócios portarão uma carteirinha que dará acesso a benefícios, pontos e vantagens. O objetivo, acima de tudo, é construir o maior clube de pessoas que são apaixonadas pela música como agente de transformação.


2017 - SET - FACEBOOK OFICIAL
Uma Banda que tem uma sonoridade efervescente, efusiva e inebriante, capaz de fazer vibrar o coração de qualquer um que estiver por perto. A Timbalada é uma banda que conseguiu criar um ritmo e energia própria, tem no timbau e na atuação social a sua marca registrada. Quando Brown revolucionou a forma de tocar este instrumento – que antes era tocado na horizontal e com uma mão só e depois passou a ser colocado na vertical e tocado com as duas mãos – é que nasceu a base percussiva da Timbalada. A inovação do projeto desenvolvido por Brown fez com que os ensaios no Candyall Guetho Square se tornassem tradicionais na cidade, atraindo baianos e turistas. Hoje a Timbalada atrai multidões por onde vai, animou 1,5 milhões no carnaval de Madri em 2005 e participou em 2002 do Brazilian Day em Nova York com um público de 1,2 milhões de pessoas. Foi recorde de público do Festival Internacional de Jazz de Montreal no Canadá com 210 mil pessoas na 21ª edição do evento, que ocorreu em 2000. O sucesso do palco se repetiu no mercado fonográfico com no total onze álbuns lançados. Para dúvidas, sugestões e afins: ouvidoriatimbalada@gmail.com / https://www.facebook.com/pg/TimbaladaOficial/

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICA
- Pesquisadora Lilian Cristina Marcon
- Timbalada - site oficial atual = http://www.timbalada.com/
- Timbalada - site oficial Universo Timbalada - antigo = http ://www.universotimbalada.com.br/
- Timbalada - site oficial antigo = http ://www.uol.com.br/timbalada
- Timbalada - rede social oficial FACEBOOK = https://www.facebook.com/pg/TimbaladaOficial/
- Timbalada - rede social oficial ORKUT = http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=96870201
- Timbalada - rede social oficial YOUTUBE = http://www.youtube.com/oficialtimbalada
- Timbalada - rede social oficial TWITTER - http://twitter.com/timbalada
- Revista IstoÉ Gente, "Tem japonês na Timbalada", Gerson de Faria SEE+







HOMECarnAxE - o autêntico e mais completo Portal do Carnaval TWITTERMergulhe nessa folia nética com TIMBALADA YOUTUBEVídeos e shows da Banda TIMBALADA ORKUTFolia na rede social Orkut com a TIMBALADA SITEPortal Oficial da BANDA TIMBALADA. liderada por Denny DISCOGRAFIADiscografia completa da BANDA TIMBALADA   




1ª FORMAÇÃO - 1991 à 1997 - Ninha Brito, Xexeu e Patrícia Gomes
Ninha ficou fora do grupo de 1995 à 1996, quando deu aula de percussão nos Estados Unidos.


2ª FORMAÇÃO - 1997 à 1998 - Patrícia, Ninha, Denny e Antonio (voz e trombone)


3ª FORMAÇÃO - 1999 - Akira Takakura, Ninha, Juju Gomes, Denny e Amanda


4ª FORMAÇÃO - 2000 à 2006 - Ninha, Amanda Santiago e Denny


5ª FORMAÇÃO - fev 2006 à abr 2007 Denny e Amanda Santiago


6ª FORMAÇÃO - abr 2007 à dez 2016 - Denny


7ª FORMAÇÃO - dez 2016 à jun 2017 - Denny e Millane Hora


8ª FORMAÇÃO - jul 2017 à ... - Buja Ferreira, Paula Sanffer e Rafa Chagas

Foto divulgação: Estúdio Gato Louco

CarnAxE - o autêntico e mais completo Portal do Carnaval